terça-feira, 23 de outubro de 2018

O fim da Democracia?



 Certamente você já leu ou ouviu alguém mencionar que com Bolsonaro na presidência a Democracia estará com os seus dias contados. O PT esteve treze anos no governo, período esse onde aumentou os laços com países que nem de longe vive uma Democracia: Cuba, Bolívia, Venezuela, Iran, Angola, Zimbabue, Congo, Guiné Equatorial e Gabão. Vimos também instituições sendo aparelhadas e o crime aumentando em todo o território; Universidades Federais agindo como braços do comunismo. Basta andar por alguns corredores que será visto nos murais cartazes de partidos comunistas, e em algum momento, um aluno desfilará com a sua camisa estampando o rosto de Fidel ou Che. “Viva a Democracia”.
 Engana-se que só petista alienado votará no PT, conheço alguns casos de homens intelectuais, cristãos que irão votar no Haddad, com o discurso que será menos pior. Alguns desses, chateados com a Marina e sua política Chuchú, principalmente quando o assunto era aborto, tema importantíssimo, mas não temos apenas esse. E as políticas totalitárias? Mas o medo é com o Bolsonaro.
Marina Silva, a mulher a quem eles chamam de irmã, não defende a família, a criança, a segurança do cidadão como deveria, posicionando-se secundo a sua cosmovisão cristã, bem como, o bem universal para o ser humano. Marina acabou de declarar o seu apoio ao Haddad, sim, o candidato do PT, o partido que excluiu as matérias do próprio site onde declarava apoio às DITADURAS citadas acima; Ela está apoiando o partido que aliou-se a FARC; PT é o partido do condenado Lula. Marina Silva, cristã, consegue aliar-se a isso. Que lambança. Mas sabe o que eu vejo desses intelectuais? Textos muito bem escritos para justificar os seus “votos úteis” no Haddad, com o pretexto de que ele trará mais democracia do que o Bolsonaro, tudo o que não houve em todos os governos do PT. Vamos colher por algum tempo o fruto podre do PT. Colheremos as consequências de uma educação débil, uma cultura que despreza a beleza e exalta a feiura: como estão os nossos edifícios históricos? Pichados e esquecidos; exaltam exposições que não visam comunicar o belo, mas, sim, a ofensa ao cristianismo, à família etc. Fala-se que devemos nos preocupar com os artistas, mas as leis só favorecem aqueles que já possuem fama e muito dinheiro. Muita hipocrisia. Mas o Bolsonaro é o antidemocrático. será mesmo?
 De uma coisa eu tenho certeza caso o Bolsonaro seja um Atidemocratico: não agiremos como os esquerdistas, o erro deverá ser punido devidamente, ainda mais tratando-se de um representante do povo.
 Oro para que o Senhor nos dê uma nação justa, sem o comunismo, afinal, ditadura é com eles mesmos.

segunda-feira, 3 de setembro de 2018

Redenção da Cultura

Por muito tempo uma minoria fez um estrago em nossa nação. Trabalharam para apagar a nossa história. Degradaram a cultura. Onde estão os nossos artistas, poetas, músicos, pintores, escultores, artesãos? Cadê as nossas crianças da pátria educadora?
Temos sido a pátria dos "causadores", dos "lacradores". Hoje é cool "dialogar" sobre religião e sexo ofendendo crenças e a família.
Querem trazer dignidade dividindo. Tempos que lutam por tudo e por nada. Choram a morte de uma formiga e aplaudem um feto abortado. 
Apesar de tudo isso, creio que caminhamos para redimir a nossa pátria. A minoria que causava, verá a nossa bandeira mais forte do que nunca. 
Deus abençoe o Brasil

quarta-feira, 14 de março de 2018

Quem nos separará?


Perseverança dos santos
 Essa belíssima doutrina (Perseverança dos Santos) pode parecer de início - para alguns - contraditória a soberania de Deus, no entanto, ela parte de Deus e permanece sustentada por Ele. Todo eleito só permanece como discípulo de Cristo porque a ação salvífica é eficaz, ou seja, Cristo não morreu por alguém que iria perder-se, ao invés disso, estando unidos com Cristo, sempre unidos com Ele.

 A bíblia nos diz em Romanos 8: 26 e 27 que o Espírito Santo nos ajuda quando estamos fracos, intercedendo por nós. Isso só reforça a soberana ação de Deus em salvar e manter salvo aqueles que fazem parte de seu rebanho. 

Alguém pode pensar: O cristão lutaria contra a sua própria vontade para permanecer no caminho? Nós não negamos a crise de fé que o eleito pode e na maioria das vezes enfrenta, no entanto, como o texto citado acima mesmo afirma, em nossa fraqueza o Espírito intercede por nós, garantindo que em algum momento a nossa vontade estaja alinhanda com a de Deus. Vale frisar que essa intercessão não é em nada semelhante as nossas súplicas, mas, o Espírito Santo agindo poderosamente para nos guardar em seu poder, sustentando a nossa fé em Cristo Jesus.

 A perseverança dos santos está diretamente ligada a glória de Deus, e essa glória jamais será manchada, nehum anjo ou homem poderá atrapalhar nos eternos propósitos de Deus, então, nada e ninguém poderá nos separar do amor de Deus (Romanos 8: 38-39).

Os santos perseverarão não é por que existe uma liderança religiosa que cobre a vida deles com autoridade espiritual, ou por que eles são uns "santarrões", não! Os santos irão perseverar porque o Senhor agiu com a sua livre e soberana graça ao salvar pecadores para perseverarem até o fim.
Soli Deo Gloria

Alex Barbosa da Silva

quinta-feira, 30 de novembro de 2017

Falar sobre Deus é "fácil".



 Ninguém melhor do que o próprio indivíduo para desnudar o seu interior e descrever as digitais de sua alma. Somente nós, de forma segura, podemos fornecer partículas importantes que carregam a essência de quem somos. O ser humano é muito complexo para ser facilmente mapeado. Partindo desse princípio, elevo a reflexão ao ser de Deus. Quem é Deus? Ao fazer essa pergunta para diversas pessoas, teremos muitas conclusões. É possível que a maioria das definições sobre a pessoa de Deus sejam conclusões auto concebidas, “encaixando Deus” em compartimentos centrados no homem. Há alguém melhor do que o próprio Deus para revelar essa identidade?

 Deus se aproxima do homem, obra de sua criação, e a fé recebida é o meio pelo qual entendemos quem Ele é, não por mero assentimento, antes, nosso interior é conectado com a revelação da pessoa e obra de Deus. Pessoa: Entendemos seu Senhorio, amor, santidade, soberania, fidelidade etc; Obra: Somos devedores, estamos em dívida com Ele e a razão de Jesus Cristo encarnar, cumprir a lei, morrer e ressuscitar é para que o homem, arrependido, pudesse ter paz com Deus e ser uma nova pessoa, ou seja, apenas a obra de Cristo salva o homem.

 Eu sei quem eu sou: um pecador arrependido, nova criatura e estando em paz com Deus. Eu sei quem Deus é: Pai, Filho e Espírito Santo. Reinando de eternidade a eternidade.

Referências Bíblicas
Romanos 3: 23, 24

Jeremias 10: 10